Projeto Prociga – programa de cuidado e inclusão de grávida adolescente

Projeto Areté – objetivos, diferenciais e público-alvo
9 de fevereiro de 2021

A maternidade na adolescência é considerada um problema de saúde pública, dessa forma, muitas adolescentes grávidas são discriminadas.

A adolescência é um momento de descobertas e picos hormonais que podem levar ao início precoce da vida sexual. Grande parte da parcela jovem no Brasil não tem conhecimento ou simplesmente ignora os métodos contraceptivos, e acaba engravidando na juventude.

Quais os riscos da gravidez na adolescência?

A grande maioria das jovens que engravidam precocemente, não possuem condições financeiras adequadas, são de famílias de baixa renda em situação de vulnerabilidade e não conseguem fazer um pré-natal adequado.

Além desses problemas, a adolescente ainda está em fase de desenvolvimento e seu organismo pode não ter maturidade o suficiente para encarar uma gravidez tão cedo, e isso pode acarretar sérios problemas durante a gestação, incluindo o risco de morte, tanto da mãe quanto do bebê.

Esses problemas biológicos podem gerar o risco de nascimento prematuro da criança, além do baixo peso, anemia, risco de morte pré-natal, aborto natural, riscos de rompimento do útero, pré-eclâmpsia e eclampsia, entre outros problemas.

Além dos riscos biológicos, o fator psicológico da gestante adolescente é bastante afetado, podendo ocasionar depressão pós e pré-parto.

Projeto Prociga – Programa de Cuidado e Inclusão de Grávida Adolescente

O Projeto Prociga tem o objetivo de ajudar as mães adolescentes em seu pré-natal, oferecendo condições dignas durante a gestação.

Através de atividades, oferecemos ajuda e proporcionamos momentos felizes para as gestantes, como o chá de bebê coletivo e recheado de presentes para que a criança tenha o suporte necessário ao nascer, como fraldas, roupas, brinquedos, produtos de higiene, entre outras coisas.

Além disso, em busca de parcerias, o projeto visa oferecer todo o tipo de suporte para as jovens mães e para seus bebês. Seja clínico ou psicológico, todas as mães adolescentes merecem todos os cuidados necessários e devem ser incluídas na sociedade, sem sofrer com discriminações.

O Projeto Prociga foi idealizado pelo grupo Fora da Caixa, que através de suas ações deseja fazer a diferença em um mundo que é tão desigual.
Promover a igualdade, a inclusão de adolescentes grávidas e todo o suporte possível e necessário para que essas mães tenham uma gestação saudável e digna é o objetivo de nosso projeto.

Por isso contamos com o seu apoio. Visite nosso site para conhecer mais sobre o projeto.

Os comentários estão encerrados.