Notícias do Nepal – julho 2018
23 de julho de 2018

Dar sequência no processo de inscrição de crianças foi o foco principal dos trabalhos em Curimatá.
A liderança do PACE e seus voluntários, com o apoio e a orientação da Unidade de Campo Santa Luz/PI, desenvolveu diferentes momentos de mobilização e mutirões para inscrição que possibilitou alcançar, no final do trimestre, o número de 542 crianças inscritas para o sistema de apadrinhamento.
Nos próximos meses, o PACE estruturará sua equipe e mobilizará as comunidades para participação no processo de Desenvolvimento Comunitário Participativo, que é uma ferramenta para o planejamento comunitário participativo destinado à definição de projeto e ações à serem implementadas junto ao seu público-alvo. Para tanto, serão disponibilizados pelo ChildFund Brasil – Fundo para Crianças recursos e assessoria para que o
PACE possa exercer seu papel de liderança no processo de planejamento e na continuidade das inscrições de crianças, visando o alcance de 1000 crianças para serem apadrinhadas.
Confira as notícias das ações desenvolvidas entre os meses de abril, maio e junho de 2018.

Boa leitura!

 

 

Júlio Santos
Coordenador de Operações de Campo
do ChildFund Brasil

 

Processo de Inscrição de crianças segue a todo vapor

 

Os voluntários do Projeto Água, Cidadania e Ensino (PACE), organização social parceira do ChildFund Brasil em Curimatá, estão dando um show na mobilização e liderança para a inscrição de crianças no sistema de Apadrinhamento.
Até o mês de junho, já foram realizadas 542 inscrições, superando a meta do trimestre.
Além das ações planejadas para o alcance da meta, a busca espontânea tem sido um acontecimento diário na sede do PACE, reforçando a expectativa da população quanto ao atendimento que será realizado.

 

 

Iniciado processo de capacitação de voluntários

 

O Projeto Água, Cidadania e Ensino (PACE) deu um passo importante em direção à participação comunitária efetiva: foi formado o primeiro Grupo de Apoio da organização.
A equipe, composta por voluntários, é fundamental para que os moradores atuem de forma protagonista e colaborativa na concretização de ações na comunidade.
O primeiro Grupo de Apoio em Curimatá é formado por 18 mulheres que serão capacitadas quanto à importância do voluntariado e sobre como a sua atuação será indispensável para a boa execução das atividades que serão realizadas no PACE.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *